Share |

BE propõe saída da AdRA e denúncia do contrato da Águas do Vouga e desafia candidaturas

Ivar Corceiro, António Neto, Alexandra Laranjeira e Nelson Peralta

O Bloco de Esquerda remeteu hoje por correio copos de champanhe para as candidaturas de Ribau Esteves, Élio Maia e Eduardo Feio. A iniciativa visa chamar a atenção para o elevado preço da água em Aveiro, a segunda mais cara do país. Visa ainda propor a saída da AdRA e a denúncia do contrato da Águas do Vouga e desafiar e desafiar as candidaturas responsáveis pela atual situação a apoiar a proposta.

Aveiro é o concelho com a segunda factura de água mais cara do país. Os dados são oficiais da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR). O Bloco de Esquerda propõe a saída da AdRA e a denúncia do contrato da Águas do Vouga e desafia as outras candidaturas a apoiar esta iniciativa e a defender a água pública.

Para Nelson Peralta é “inadmissível que os e as aveirenses paguem a segunda água mais cara do país. É um problema concreto e exige uma proposta concreta que sirva as populações. Desafiamos todas as candidaturas a apoiar a proposta do Bloco, uma proposta necessária e que defende o interesse público. Ribau Esteves, Élio Maia e Eduardo Feio são os rostos deste preço abusivo. Não podem portanto remeter-se ao silêncio”.

Recorde-se que Élio Maia em Aveiro, Ribau Esteves em Ílhavo e os vereadores do PS, PSD e CDS na Câmara de Aveiro votaram favoravelmente a privatização da Águas do Vouga sem concurso público. “Este negócio tem tudo para ser ruinoso. É o mesmo modelo das parcerias público-privadas das auto-estradas. Lucro garantido para o privado, risco totalmente público. Entregaram as águas a um dos acionistas da Águas de Barcelos já conhecendo que em Barcelos esse negócio igual está a levar a autarquia local à falência”, referiu Nelson Peralta.

Recorde-se que no início deste mandato o BE propôs a saída da AdRA e PS, PSD e CDS rejeitaram essa proposta, amarrando Aveiro à subida exorbitante dos preços.