Share |

PS, PSD e CDS rejeitam limitações aos horários dos hipers

Proposta do Bloco de Esquerda para o encerramento das grandes superfícies comerciais aos domingos, a 1 de Maio e nas tardes dos restantes feriados foi rejeitada com os votos contra de PS, PSD, CDS. Bloco e PCP votaram favoravelmente. Juntos Por Aveiro abstiveram-se depois de no mandato anterior terem rejeitado a proposta.

A votação decorreu na última Assembleia Municipal extraordinária de 3 de julho que discutia a proposta da Câmara para os horários dos estabelecimentos no concelho. O Bloco foi o único partido a apresentar propostas.

A proposta considerava que "a proliferação de grandes superfícies comerciais e o alargado do seu horário de abertura coloca em risco o comércio tradicional, levando ao encerramento de pequenas empresas e ao aumento do desemprego no pequeno comércio". O comércio local eram ainda valorizado já que "potencia o turismo pelas suas características regionais e que permite o desenvolvimento de uma economia de produtos locais".

Considerava igualmente que "a criação de postos de trabalho nas grandes superfícies com o horário alargado é irreal já que o horário alargado é assegurado por uma adaptação da rotação dos turnos dos trabalhadores".

Até 2010, o horário dos hipermercados estava regulamentado e limitado. A partir dessa data deu-se a liberalização do horário ficando as autarquias com o poder de proceder a essa regulamentação e limitação.