Share |

PSD, CDS e PCP rejeitam tarifa social da água para Aveiro

O Bloco de Esquerda apresentou na última Assembleia Municipal uma proposta para a criação de uma tarifa social da água em Aveiro. PSD, CDS e PCP votaram contra, rejeitando a criação da tarifa social e não apresentando qualquer proposta alternativa. PS e JPA abstiveram-se.

A criação da tarifa social da água permitiria abranger 4.638 famílias em carência económica no concelho de Aveiro. O Bloco considera que estas políticas sociais e a resposta à pobreza são uma prioridade e lamenta que a Assembleia Municipal tenha rejeitado a criação de uma tarifa social da água.

A competência para a criação da referida tarifa social é dos órgãos autárquicos. No concelho de Aveiro existem 38.616 contratos de abastecimento de água domésticos. No entanto não existe tarifa social da água, medida recomendada até pela entidade reguladora do sector (ERSAR). Deste modo, as famílias mais carenciadas estão expostas à pobreza de água, um bem essencial. As Nações Unidas declararam o acesso à água como direito humano.