Share |

Revisão do Plano de Austeridade é prova de que política de Ribau Esteves é incomportável para a população

Ribau Esteves anunciou que pretende uma “revisão extraordinária” do Programa de Ajustamento Municipal (PAM) dado que o plano tem gerado "mais receita e menos despesa do que o previsto". A constatação mostra que a política municipal do PSD/CDS-PP elevou os impostos e baixou os serviços públicos a um nível incomportável para a população aveirense.

O anuncio da revisão surge menos de um ano depois da entrada em vigor do PAM o que é demonstrativo que este PAM nunca devia ter existido e que a população nunca deveria ter sido sujeita a este esbulho fiscal. O Bloco quer a descida imediata do IMI, agora possível apesar dessa medida não ter sido apoiada pelo PSD e pelo CDS no parlamento. Defende igualmente que os transportes públicos voltem à esfera municipal, com oferta de horários alargada. A revisão do PAM deve servir para mudar as políticas erradas.

O Bloco de Esquerda considera ainda errada pretensão da Câmara vender terrenos no valor de 5 a 7 milhões de euros. Recorde-se que em campanha eleitoral, num dos debates, o candidato do Bloco de Esquerda apontou que o PSD/CDS iria proceder a este tipo de venda anual de património precisamente nestes valores. Ribau Esteves negou e disse que não previam qualquer venda. Nos primeiros meses do novo mandato Ribau Esteves rasga mais uma promessa eleitoral.