Destaque

A candidatura do Bloco de Esquerda lançou uma plataforma no seu site para recolher contributos para o seu programa eleitoral. 

No seu manifesto a candidatura considera que "A democracia constrói-se com a participação e mobilização de todos e todas. Recusamos o modelo que concebe a democracia como apenas uma escolha feita de quatro em quatro anos. Só uma democracia plena poderá responder às necessidades sociais e construir a alternativa a 12 anos de governação PSD/CDS-PP em Aveiro". Desse modo abre a possibilidade a toda a população de participar na construção do programa de governo para Aveiro.

Notícias

fazadiferença

Em conferência de imprensa, Nelson Peralta alertou para a perigosidade dos acessos na antiga lota e para o aumento da área de betão ambicionada pelo PSD/CDS na revisão do PDM.

fazadiferença

A candidatura do Bloco de Esquerda visitou a nova rotunda da Junqueira em Cacia e verificou que a ciclovia representa um imenso perigo para os utilizadores. De forma inaceitável, a ciclovia é apenas uma pintura a vermelho no chão passando por um desnível entre o asfalto e o passeio com elevada perigosidade para quem ali circular de bicicleta.

fazadiferença

A candidatura do Bloco de Esquerda reuniu coma direção da ADASCA (Associação de Dadores de Sangue do Concelho de Aveiro). A associação denunciou que não foi contactada no processo de atribuição de apoios financeiros no âmbito do programa municipal de apoio ao associativismo. Aquando da votação, a autarquia tinha informado que tinha contactado através de ofício as associações do concelho. Verifica-se agora que tal não corresponde à realidade.

Autarquias

É com surpresa e estupefação que o Bloco verifica que o gabinete de comunicação da Câmara Municipal de Aveiro enviou através dos meios municipais um convite em nome do "Presidente do Trofa Saúde Hospital em Aveiro, sr. António Vila Nova" para a sessão de apresentação da unidade privada. A confirmação de aceitação dos convites deve ser feita para uma funcionária da Câmara através do mail institucional da autarquia.

fazadiferença

Liliana Ferreira, 28 anos, licenciada em Comunicação no Instituto Superior das Ciências da Informação e da Administração de Aveiro (ISCIA) e, atualmente, a frequentar o Mestrado de Ciência Política no Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território da Universidade de Aveiro (UA).

O seu interesse pelas Ciências Sociais e Humanas sempre se evidenciou, traçando o seu percurso pessoal e académico nestas áreas. 

fazadiferença

João Moniz. 27 anos, Bolseiro de Investigação, é o primeiro candidato do Bloco de Esquerda à Assembleia de Junta de Freguesia de Esgueira.

É Mestre em Ciência Política e atualmente frequenta o programa doutoral em Ciência Política na Universidade de Aveiro, onde também desenvolve trabalhos de investigação na área das Eleições Europeias. Destaca-se, durante o seu percurso profissional, na área da investigação, tendo trabalhos desenvolvidos para projetos científicos internacionais, na Universidade de Leicester no Reino Unido, na Universidade de Coblença e Landau na Alemanha e na Universidade de Berna na Suíça.

fazadiferença

Celme Tavares, 43 anos, Técnica Superior, é a primeira candidata do Bloco de Esquerda à Assembleia de Freguesia de Santa Joana.

Licenciada em Ciências da Comunicação e mestre em Comunicação e Multimédia, a sua formação na área da comunicação sempre a acompanhou no seu percurso profissional, tendo entre outros, colaborado com a Associação Portuguesa de Planeadores do Território, o Cine-Clube de Avanca e o TELEciência - Festival Internacional do Filme Científico, na organização de eventos internacionais, na área do urbanismo, cinema e divulgação científica. Desempenha há mais de uma década funções de Técnica Superior nas áreas de gestão académica, comunicação e organização de eventos de carácter científico e pedagógico na Universidade de Aveiro. 

Programa participado

Opinião

A mudança não poderá nascer, como parece ser a ambição em Ovar, de simulacros de uma democracia direta empobrecida. Com quatro anos consecutivos de rocambolescos processos de Orçamentos Participativos (OP) a alheada comunidade vareira arrisca um bloqueio inquebrável.