Share |

Plano de Pormenor Cacia: esclarecimento dos factos

Ribau Esteves acusou o candidato bloquista, Nelson Peralta, de mentir. Apresentamos aqui os documentos que demonstram que é o candidato do PSD/CDS-PP que falta à verdade. O Bloco continuará a fazer campanha de verdade e lamenta esta forma insistente de Ribau Esteves fazer campanha.

Em conferência de imprensa, Nelson Peralta afirmou que "no final do mandato anterior [liderado por Élio Mala], tinha sido dada a garantia a estas pessoas de que podiam sair daqui e que estas casas seriam para demolir". Aludiu ainda que a CMA, nesse mandato, "comprometeu-se a expropriar os moradores".

Ribau Esteves acusou Nelson Peralta de mentir justificando que "a Câmara não tem compromissos de expropriar" e "porque a Câmara honra os seus compromissos".

Sejamos claros, o executivo presidido por Ribau Esteves não cumpriu os compromissos da autarquia perante este moradores. Pelo contrário, eliminou esses compromissos na alteração do Plano de Pormenor para aquela zona.

É o próprio documento assinado por Ribau Esteves que denuncia a sua própria relação ardilosa com a verdade. Na página 8 do Plano de Pormenor de Parte da Zona Industrial de Cacia – Alteração (outubro 2015) lê-se "para a parcela 2, propõe-se a manutenção das edificações e uso existentes, alterando o pressuposto do plano, de demolição das construções e consequente transformação em espaço industrial".

O documento é claro ao estipular que altera esta questão concreta no plano. O plano original previa a demolição das construções e consequente deslocalização dos moradores. A alteração operada pelo executivo de Ribau Esteves deixa cair esse compromisso e mantém aqueles moradores a viver na proximidade daquilo que será a nova unidade fabril pesada e junto a um acesso de trânsito massivo.

Em anexo: Plano de Pormenor de Parte da Zona Industrial de Cacia – Alteração (outubro 2015)

AnexoTamanho
pp_cacia_alteracao_-_outubro_2015.pdf8.18 MB