Share |

Ribau paga faturas às cegas

Ribau Esteves aprovou o pagamento de três faturas no valor de 100 mil euros por trabalho não efetuado e sem saber a origem das faturas.

O Presidente da autarquia tem dito publicamente que chovem penhoras na Câmara Municipal de Aveiro, responsabilizando os mandatos anteriores, tanto de Alberto Souto como de Élio Maia, pela situação actual da Câmara Municipal de Aveiro.

No entanto, na última sessão da Assembleia Municipal de Aveiro, não soube explicar ao Bloco de Esquerda a que é que se referem algumas faturas que está a pagar. No processo que envolve a dívida à empresa SETH, das seis faturas em dívida, apenas três se referem a trabalhos efetivamente efetuados. As outras três, num valor total que ultrapassa os cem mil euros, vão ser pagas sem que Ribau saiba o que é que está a pagar.

Perante a pergunta do Bloco de Esquerda sobre a origem das faturas, Ribau foi taxativo e afirmou que não sabe explicar e não lhe interessa sequer saber explicar, apenas está interessado em pagá-las.

O Bloco de Esquerda exige que a gestão da coisa pública seja feita com seriedade e protegendo o dinheiro público. Numa altura de crise, em que os cidadãos vivem com dificuldades acrescidas e são sujeitos a uma carga fiscal insuportável, a Câmara Municipal de Aveiro anda a pagar faturas às cegas. É caso para dizer que chovem penhoras, mas Ribau não quer usar guarda-chuva.

O Bloco de Esquerda foi o único a votar contra este pagamento às cegas. O Bloco denuncia a leviandade do executivo de Ribau Esteves com o dinheiro de todos nós e estranha a passividade e falta de rigor de todas as forças políticas que nada questionaram neste negócio