Assembleia Municipal

Setembro 14, 2016 09:38 AM

A Câmara Municipal de Aveiro perdeu 47.015,22 euros na cobrança do IMI de 2015 devido à isenção fiscal dos fundos imobiliários. A isenção absurda e injusta privou as autarquias do país de fundos. Com o fim da isenção ditada pelo Orçamento de Estado de 2016 - medida há muito proposta pelo Bloco - haverá uma maior justiça fiscal.

Setembro 6, 2016 09:40 AM

O Bloco de Esquerda agendou para a próxima Assembleia Municipal uma proposta para que o "Regulamento Municipal das Habitações Sociais Propriedade do Município de Aveiro" seja revisto em nome da justiça social e do direito à habitação, incorporando as medidas da nova lei de arrendamento apoiado e removendo as normas gravosas para os moradores introduzidas pelo PSD/CDS-PP.

Abril 16, 2016 01:19 PM

A Assembleia Municipal de Aveiro reunida ontem aprovou por maioria um voto de solidariedade aos ativistas políticos angolanos presos. A proposta apresentada pelo Bloco registou 17 votos a favor, 8 abstenções e 13 votos contra.

Abril 7, 2016 01:29 PM

O Bloco de Esquerda apresentou uma proposta de recomendação "Por políticas públicas para o bem-estar animal". A proposta foi elaborada após a audição aberta a todas as associações, voluntários e  interessados que contribuíram com o seu conhecimento para encontrar soluções para os problemas que Aveiro enfrenta nesta área.

Março 26, 2016 05:14 PM

O Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), em resposta a um requerimento do Bloco, informou que vendeu 253 dos 548 fogos sociais que detinha em Aveiro. A Câmara Municipal de Aveiro tem também como prioridade estratégica a venda de fogos sociais, como enuncia no respetivo regulamento municipal. Esta política promove a degradação dos fogos sociais como os números demonstram.

Março 9, 2016 11:38 AM

O Bloco propôs que a autarquia aveirense abandone o uso de glifosato no espaço público. PSD e CDS rejeitaram a proposta. Em contraciclo, a União Europeia adiou ontem o voto para renovar a licença para o uso deste herbicida.

Março 1, 2016 09:36 AM

A Câmara Municipal de Aveiro quer retirar cerca de 40 cães aos moradores das habitações sociais propriedade do município. A autarquia já terá procurado, junto de canis, vagas para a colocação dos animais. Em causa estão quatro dezenas de cães de raças "potencialmente perigosas".

Opinião

A Extrema-Direita retira das populações os instintos mais básicos relacionados com a suposta auto preservação: o “Eu primeiro que o Outro” (“Nós versus Eles”), como se existisse uma permanente luta pela sobrevivência, onde a empatia passa para segundo plano, com a falsa assunção de que as nossas necessidades mais básicas estão sempre em risco – manipulação através do medo. Até mesmo populações mais esclarecidas podem ceder perante esta luta ilusória, onde os media assumem um importante papel, noticiando hipotéticas fontes de ameaça (os exemplos mais presentes são os refugiados), recorrendo ao sensacionalismo como forma de obter audiências.

Segundo um recente estudo da DECO, um em cada três trabalhadores está em risco de "burnout". Contra factos não há argumentos. Da realidade é impossível fugir. Cá temos o tão famoso trabalho escravo. Defendido com unhas e dentes, como se de emprego se tratasse, pelos fanáticos cães de fila, dos algozes que esmagam o presente e roubam o futuro das populações.