Share |

Bloco apela ao voto, contra a abstenção que apenas serve quem quer destruir Aveiro

Esta manhã, a candidatura do Bloco de Esquerda, Com Nelson Peralta, Ivar Corceiro e Sandra Vinagre, contactou com a população na feira de Cacia onde fez um apelo ao voto no domingo. “A abstenção apenas premeia quem quer destruir o país e Aveiro. A abstenção só beneficia a direita. É importante que no domingo ninguém fique em casa. É essencial que todos e todas votem para proteger a sua vida, a vida dos seus e a vida em comunidade, Não podemos desistir do que somos”, apelou Nelson Peralta.

O Bloco de Esquerda desenvolveu uma candidatura de propostas, com um programa eleitoral que aborda todas as áreas de governação autárquica. Introduziu ainda o tema do preço da água na campanha. “Aveiro paga a segunda água mais cara do país. É um assalto tarifário à população. Não só transformaram a água num negócio como a tornaram num péssimo negócio para as populações e para a autarquia. Ribau Esteves, Élio Maia e Eduardo Feio são responsáveis por esta situação e não disseram uma única palavra sobre o assunto. Bem sabemos que quem hoje não tem uma palavra sobre o preço da água é porque nos próximos anos nada fará sobre o assunto”.

“Num tempo de incertezas, o voto no Bloco é a certeza de eleitos que defendem a o interesse público”, avalizou Nelson Peralta. “Olhe-se o caso das SCUTs que tanto prejudicam Cacia. Foi o Bloco o único partido a a ter uma proposta aprovada para a retirada do pórtico do estádio na A25. O governo tem de dar cumprimento a essa resolução aprovada. Iremos exigir a retirada do pórtico e a retirada das portagens nas SCUTs, que não trouxe qualquer ganho. Bem pelo contrário, penaliza as populações, estrangula a economia e as empresas e só vieram dar prejuízo ao Estado. É isto o Bloco: a garantia de propostas que defendem a população. É esta força que queremos ampliar para proteger os serviços públicos e para implementar políticas de criação de emprego. Para ter uma MoveAveiro intermunicipal que sirva verdadeiramente as necessidades. Para constituir um serviço público de ação social que resposta à crise no imediato”, afirmou o candidato bloquista.

“O voto no Bloco de Esquerda em Aveiro é um voto de confiança. É a garantia de eleitos que denunciam os negócios ruinosos. É a garantia de eleitos que apresentam as propostas concretas para os problemas concretos das pessoas”, considerou o candidato à Câmara Municipal. “A direita é fanática da austeridade, está empenhada nos cortes nos salários e pensões e em mais privatizações. É por isso que as suas duas faces, Ribau Esteves e Élio Maia, vão a eleições sem programa eleitoral. Querem esconder as suas ideias dos aveirenses. Mas o Partido Socialista em Aveiro não se assume como alternativa. Foi o PS que começou a rota de destruição dos serviços públicos em Aveiro e continua a não escrever uma palavra sobre a água que ajudou a privatizar ou sobre a MoveAveiro que transformou em empresa municipal. Em Aveiro, o voto que defende a água pública é no Bloco. O voto que rejeita que Aveiro tenha a segunda água mais cara do país é no Bloco. Em Aveiro, esta é o única candidatura que não está enredada na promiscuidade política-futebol-construção civil. O voto no Bloco é útil: garante fiscalização, garante propostas concretas e pode tirar a maioria absoluta à direita”.