Share |

Bloco : recurso ao FAM é lançar mais uma onda de austeridade sobre os aveirenses

O Bloco de Esquerda opõe-se ao recurso ao Fundo de Apoio Municipal (FAM). Essa decisão do executivo PSD/CDS-PP castiga os aveirenses e lança uma segunda onda de austeridade sobre Aveiro.

O FAM não constitui uma solução mas sim de um problema adicional. O IMI e a participação sobre o IRS aumentam para o limite máximo permitido por lei. O preço cobrado pelo saneamento, água e resíduos aumenta também para o máximo. A alienação de património, a privatização de serviços e os despedimentos fazem também parte das medidas do FAM.

O recurso ao FAM é um ataque a democracia já que as escolhas essenciais são retiradas da esfera da democracia e os impostos e o preço dos serviços municipais são aumentados para o máximo em prejuízo da população. O orçamento da CMA passa também a estar sujeito a aprovação de uma espécie de"troika" do FAM.

Ribau Esteves em campanha eleitoral garantiu não aumentar impostos. Mentiu, já que com a adesão ao FAM disparam para o valor máximo. O executivo de Ribau Esteves revela-se incapaz de resolver os problemas financeiros da autarquia conhecendo apenas a receita do governo da mesma coligação: mais austeridade.